Brooklin-Campo Belo
School of Rock

CONHEÇA A School of Rock

Brooklin-Campo Belo

Estudantes-Ex-alunos-Professores

As Mulheres da Temporada Women In Rock #4

Nesta semana, a Roqueira escolhida é a cantora de Soul, Joss Stone.

Joscelyn Eve Stoker nasceu em Dover, na Inglaterra, em 1987. Cresceu ouvindo vários gêneros musicais, sobretudo RNB e o Soul, pelo qual se apaixonou. “Viciei-me em soul principalmente por causa dos vocais que exige. Tem que se ter boa voz para cantar música soul e eu sempre gostei disso, desde pequena

Seu primeiro álbum, “The Soul Sessions”, foi lançado em 2003, quando tinha apenas 16 anos.

Joss Stone fez alguns trabalhos como atriz. No cinema fez a bruxa Angela, no filme de fantasia épica Eragon, de 2006. Trabalhou também nos seriados American Dreams e The Tudors.

 

No Rock in Rio 2022, será a head liner do Palco Sunset, numa noite que vai celebrar o “Divino Feminino”. Joss discursa pelos direitos iguais e não gosta do rótulo “Feminista”.

“A palavra ‘feminista’ é muito interessante. Acho importante ver como as pessoas as recebem. Eu noto que quando se diz ‘sou feminista’, muitas pessoas acreditam que você está dizendo que é 'contra homens'. Isso é tão errado e não tem nada a ver com o conceito. Por isso, resolvi mudar meu rótulo, digo que sou ‘igualista’. Não tenho a intenção de brigar com ninguém, quero apenas ser tratada com igualdade e ter direitos iguais aos dos homens, negros, pessoas de diferentes culturas”, explica.

 

 

Em 2014, a cantora criou a “Joss Stone Foundation”, durante a turnê “Total World Tour”, para ajudar músicos e ongs dos países que visitou e que continua ativa até hoje.

Durante a pandemia, Joss não parou de trabalhar:
Estreou o podcast “Cuppa Happy”, onde conversa com convidados sobre Felicidade e Positividade.
Deu início a uma série de lives pelo Facebook, “Cooking with Joss”, fazendo suas receitas preferidas.
Participou ainda da versão britânica do programa Masked Singer, com a fantasia “Sausage” e foi a vencedora de 2021.
Lançou o single Walk With Me no final de 2020, uma canção que traz um sentimento de tolerância, harmonia e união frente as adversidades, que fará parte do seu próximo álbum de inéditas – ela não lança um álbum de estúdio desde 2015.

Mas a função a qual ela pode se dedicar com mais foco e que tem sido sua prioridade é a de mãe. A britânica, deu a luz a Violet, sua filha com o músico Cody DaLuz e conta que toda a sua vida planejou chegar neste momento.