Brooklin-Campo Belo
School of Rock

CONHEÇA A School of Rock

Brooklin-Campo Belo

Estudantes-Ex-alunos-Professores

As Mulheres da Temporada Women In Rock - 2

Rita Lee

Rita Lee Jones nasceu em 1947. Cantora, compositora e escritora foi consagrada pelo público como a “Rainha do Rock Brasileiro”, além de ter se tornado uma das mulheres mais influentes do país. 

Integrou seus primeiros grupos musicais na adolescência, Teenage SingersSix Sided Rockers e Os Seis. Montou Os Bruxos com os irmãos Arnaldo Baptista e Sérgio Dias, que posteriormente se tornou Os Mutantes. 

O grupo fez parte do tropicalismo que escreveu história na música nacional e internacional. Com eles, Rita gravou 6 álbuns. Foi casada com Arnaldo Baptista, que a expulsou do grupo em decorrência do fim do relacionamento deles, e também por incompatibilidade musical. 

Rita não poderia desistir da carreira tão cedo e, em 1974, montou o grupo Tutti-Frutti, com o qual gravou quatro álbuns e teve a canção Ovelha Negra, um dos maiores hits de sua carreira.

Nessa época conheceu o multi-instrumentista Roberto de Carvalho. Além de terem iniciado uma parceria musical, engataram um romance que dura até hoje, sendo visto como um dos maiores exemplos de que o amor existe.

A parceria com Roberto rendeu 16 discos de inéditas, sendo que muitos deles foram sucessos de venda emplacando hits pop radiofônicos que dominaram a década de 1970 e 1980, como Mania de VocêChega MaisDoce Vampiro e Lança Perfume

Em 1995, Rita abriu os shows dos Rolling Stones no Brasil e, em 1998, no auge dos famosos acústicos criados pela MTV Brasil, lançou o seu próprio Acústico MTV, que se tornou mais um sucesso na carreira. 

Sua aposentadoria dos palcos foi anunciada em janeiro de 2012. Desde então, vive reclusa e na maior tranquilidade com o marido Roberto de Carvalho e seus animaizinhos de estimação em um sítio no interior de São Paulo. Por anos, se manteve longe dos holofotes e recentemente voltou a dar entrevistas, participar de programas de televisão e se mantém ativa no Instagram. 

Em 2016, contou a sua história no livro Rita Lee: Uma Autobiografia, em que, narra as suas aventuras pelo mundo da música e dá detalhes de sua infância e adolescência como, por exemplo, o chocante e revoltante capítulo em que foi abusada sexualmente quando criança. 

Cássia Eller

Aos 14 anos de idade, Cássia Rejane Eller ganhou seu primeiro violão. Com 18, deixou o Rio de Janeiro e desembarcou em Brasília, onde começaria sua carreira na música. Foi corista em ópera, cantou em bares, participou de um grupo de rock e também do primeiro trio elétrico da cidade. Mas foi através de uma fita demo com a música “Por Enquanto”, de Renato Russo, gravada em 1989, que a carreira de sucesso começou. O tio entregou o material em uma gravadora e a contratação veio logo em seguida. Dona de uma voz grave, marcante e inconfundível, era uma apaixonada pela música. Ao contrário do que demonstrava no palco, seus amigos dizem que ela era tímida e reservada. Sem saber, Cássia foi uma figura fundamental na causa LGBTQIA+. Durante uma entrevista realizada em 2001, a cantora, que tinha um relacionamento de 14 anos com Maria Eugênia e um filho, Chico, revelou que gostaria de ter seu casamento reconhecido por lei: "No caso de separação ou de morte, a Eugênia não tem nenhum documento que prove que estamos casadas há 14 anos. Se me acontecer alguma coisa, meus bens têm que ir para ela e meu filho. E a guarda do meu filho tem que ser dela, é ela a mãe", disse na época. Após a morte da cantora, Eugênia entrou em uma batalha judicial e conseguiu a guarda de Chico. Esse caso foi inédito no país e importante para que outros casais LGBTQIA+ lutassem pelo mesmo direito. Partiu cedo, com 39 anos, em dezembro de 2001, vítima de um infarto, deixando sua marca no Rock brasileiro.

Pitty

Priscilla Novaes Leone nasceu em Salvador, na Bahia, em 1977.
Suas influências musicais vão desde Raul Seixas e Elvis Presley a Lou Reed, Nirvana e Metallica.

Foi na faculdade de Música, na Universidade Federal da Bahia, que teve contato com o produtor musical Rafael Ramos. Depois de fazer parte de duas bandas (She e Inkoma), lançou em 2003 a banda que leva seu próprio nome, com o álbum Adorável Chip Novo - que foi o mais vendido daquele ano.

Durante sua carreira, Pitty passou por momentos difíceis. Uma disfunção hormonal a levou para a UTI de um hospital, na mesma época em que seu guitarrista Peu Sousa se suicidou. Houve também a turbulenta saída do baixista João Gomes da banda. Todo esse turbilhão de emoções culminou no álbum Sete Vidas, lançado em 2014.

Pitty faz de tudo para se manter longe dos holofotes. Juntos desde 2006, ela e Daniel Weksler, baterista do NX Zero, casaram-se seguindo os preceitos do judaísmo, porém sem ser tradicional. A cantora usou um vestido vermelho, sem buquê de flores e no lugar da valsa, trocou a valsa pelo clássico “Rock and Roll All Nite”, do Kiss.