Brooklin-Campo Belo
School of Rock

CONHEÇA A School of Rock

Brooklin-Campo Belo

SUA BANDA JÁ EXISTE. SÓ FALTA VOCÊ! AGENDE A SUA EXPERIENCIA SCHOOL OF ROCK!   CLIQUE AQUI PARA SABER MAIS!

Estudantes-Ex-alunos-Professores

As Mulheres da Temporada Women In Rock

Dez Coisas que Você Talvez Não Saiba Sobre Amy Winehouse

Amy Winehouse abraçou ao mesmo tempo o jazz, o soul dos anos 60 e o pop. O icônico álbum "Back to Black", de 2006, a tornou um sucesso no mundo inteiro e lhe rendeu uma legião de fãs.

Amy lutou contra a bulimia e o uso de drogas por boa parte da sua vida, abruptamente interrompida aos 27 anos de idade por uma overdose.

 

Passados 10 anos de sua morte, separamos 10 coisas que talvez você não saiba sobre Amy Winehouse:

1- Back To Black, apesar de ser seu álbum mais famoso, não foi o primeiro de sua carreira. Em 2003, ela lançou o álbum “Frank”, que foi sucesso no Reino Unido.

2- Antes de fazer sucesso como cantora, Amy se juntou a uma amiga de infância, Juliette Ashby, e formou uma dupla de hip-hop chamada "Sweet 'n' Sour”.

3- Seus tios eram músicos de jazz profissionais e o pai, Mitch, apesar de taxista, sonhava em se tornar cantor. Em 2010, após Amy se tornar famosa, o pai finalmente lançou seu primeiro álbum, “Rush of Love”.

4- Como diz a letra da música “Rehab”, seu empresário, Nick Shymansky realmente tentou fazer com que a cantora buscasse tratamento, em 2005, por causa do alcoolismo. Mas ela apenas buscou a reabilitação pela primeira vez em 2008.

5- Winehouse se tornou a primeira artista feminina britânica a ganhar cinco prêmios Grammy na mesma cerimônia, em 2008. Seu recorde só foi quebrado em 2012, pela também britânica Adele, que ganhou seis prêmios.

6- Além de ser uma cantora e compositora incrivelmente talentosa, Amy tocava guitarra desde os 11 anos. Ela aprendeu acordes suficientes para criar melodias ao escrever suas músicas.

7- As tatuagens eram características marcantes no visual de Winehouse. Até onde sabemos, ela possuía 14 pelo corpo.

8- A última gravação feita por Amy Whinehouse foi a música “body & Soul” com Tony Bennett, para o álbum de duetos do cantor. Segundo Bennett, Amy trouxe uma nova roupagem para o jazz possibilitando que novas gerações o conhecessem.

9- Em julho de 2011, poucas semanas antes de sua morte, Amy finalizou a composição das músicas para o que seria seu terceiro álbum de estúdio. As demos dessa época foram destruídas pelo chefe de sua gravadora, David Joseph, que alegou ser “uma questão moral” – ninguém mais poderia se aproveitar de nenhum trecho gravado por Amy.

10- Em homenagem aos 10 anos da morte da cantora, sua mãe Janis, lançou o documentário “
Claiming Amy”, que traz depoimentos de amigos próximos e familiares. Entre outras revelações, sua grande amiga Naomi Parry, disse que Amy queria ser mãe – fato confirmado por uma sequência no documentário onde ela timidamente diz: "Em 10 anos, eu gostaria de ter um casal de filhos".

 

Fontes: Sites GShow e BBC News Brasil